Avaliação: 4.7
4.7/5

Quem nunca declarou o Imposto de Renda sempre fica cheio de dúvidas e sem saber por onde começar. Principalmente se teve um aumento de renda no último ano.

Se você está se perguntando qual a renda para declarar o Imposto de Renda, é obrigado a fazer a declaração de IR quem recebeu rendimentos tributáveis acima de R$ 28.559,70 no ano anterior — lembrando que o Auxílio Emergencial é considerado rendimento tributável.

No caso das atividades rurais, é preciso declarar caso a receita bruta tenha sido superior a R$ 142.798,50.

Além disso, quem recebeu rendimentos isentos, não tributáveis ou tributados exclusivamente na fonte superiores a R$ 40 mil ao longo do ano passado também deve declarar o Imposto de Renda.

A obrigatoriedade também vale para quem tem bens (como imóveis e veículos) com valor total superior a R$ 300 mil.

Também é obrigado a declarar quem obteve lucro com operações na bolsa de valores, casos de alienações de bens e direitos ou na venda de imóvel residencial no país, quem solicitou empréstimos e aqueles que se tornaram residentes brasileiros no ano anterior.

Importante: quem tiver filhos ou dependentes com mais de 12 anos deverá apresentar o CPF deles na declaração de Imposto de Renda.

Todas essas informações a respeito da obrigatoriedade para declarar o IR estão no site da Receita Federal.

Não precisa fazer a declaração a pessoa física que:

  • Não se enquadra em nenhum item na lista anterior (das obrigatoriedades);
  • For dependente e constar na declaração de outra pessoa física;
  • Tiver propriedade de bens e direitos que forem bens comuns, já declarados pelo cônjuge, desde que o valor total dos seus bens privativos não exceda R$ 300 mil até o final do ano passado;
  • Pessoas que recebem até R$ 1.903,98 mensais.

O período para fazer a declaração de Imposto de Renda 2023 em geral é definido entre o 1° dia útil de março até o último dia útil do mês de abril. Organize-se para fazer a sua declaração com calma e evitar pagar multas por atraso.

O contribuinte deverá manter os comprovantes de todos os rendimentos obtidos ao longo do ano passado. Isso inclui informe de rendimento das fontes pagadoras (empresas, governo, pessoas físicas etc.). Também é preciso guardar comprovantes de  rendimentos de aplicações financeiras em bancos e corretoras.

Comprovantes de despesas próprias ou de dependentes com médicos, hospitais e clínicas; com planos de saúde, dentistas e psicólogos. Também com gastos para instrução própria e de dependentes.

Quem paga pensão alimentícia homologada pela Justiça também deve manter os comprovantes de pagamento feitos ao beneficiário. Informações sobre dívidas contraídas no ano anterior, além de comprovantes de eventuais compra e venda de bens móveis e imóveis.

É fundamental manter comprovantes de todas as receitas e despesas dos dependentes, bem como os comprovantes dos seus respectivos bens e direitos. É obrigatório guardar por cinco anos todos os documentos referentes à Declaração. Por precaução, recomendamos que se guarde por pelo menos seis anos.

Quando o CPF é bloqueado surgem vários problemas, sendo os mais graves o bloqueio de contas bancárias e o não recebimento de faturas e notas ficais, entre outros. Para consultar a situação do seu CPF, basta chamar o atendimento pelo chat no canto inferior direito da página.

Se o seu CPF está como: CPF Pendente de Regularização, CPF Bloqueado, CPF Inválido, CPF Inativo, CPF Suspenso, CPF Irregular, entre outros; e você quer contratar o serviço Regularizar CPF, basta seguir o passo a passo abaixo.

  1. A compensação bancária acontece em até 48h úteis após o pagamento. Aguarde esse tempo para receber o contato de nossa equipe por email. 
  2. São passadas ainda orientações para evitar novas adversidades e caso seja necessário confirmar algum dado, o mesmo será solicitado por e-mail.
  3. ATENÇÃO: Não tratamos casos de CPF com restrição de crédito chamado popularmente de “nome sujo”.
  4. IMPORTANTE: Caso tenha urgência em Regularização por Boleto, após o pagamento do mesmo, retorne com o Comprovante de Boleto anexado para o email: atendimento@regularizar-cpf.email para atualização de status e andamento de Regularização de CPF.
Rolar para cima